esses tempos todos

Posted on janeiro 25, 2008. Filed under: Uncategorized |

Ele se foi como se eu fosse mulher comum…

Eu no imaginário louco, desarazoado inventando mundos, e ele se vai, assim, como quem tem algo mais importante a fazer do que ficar ao meu lado ouvindo delírios…

Se encanei com as putas, nesse momento, é porque entendi, que as putas tem um papel importante no imaginário das cidades. Que movimento promovem. Carros, ruas inteiras, festas cheias, por elas…

Estou atrasada, vivo em algum lugar desconhecido do tempo, atemporal, talvez, isso seja um consolo. Há outros mundos rodando por aí, o mundo das drogas, das gangs, dos michês, dos travestis, dos suicidas, e eu delirando nas putas.

Daniel me põe a pensar… Ele é tão contemporâneo. O que faz com que ele viva na mesma casa que eu e esteja num tempo tão distante?????

Make a Comment

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: