relatos

Posted on janeiro 25, 2008. Filed under: Uncategorized |

A TEIA

Durante o processo de psicodrama social, no Albergue São Francisco de Assis, para os lados do Carandirú, uma aranha tecia sua teia.

Houve solilóquio, trocas de papéis, dramatizações; a albergada virou diretora do albergue, enquanto a assistente social se tornou polícia, e o monitor virou pé inchado (morador de rua). Os discursos se misturavam, alguns exigentes, outros desculposos, a maioria impotentes, causando desse modo ,um mal estar geral. Afinal, o que fazer nesse universo caótico dos serviços públicos, com pessoas cheias de vontade de realizar trabalhos, sem possibilidades de sustentação? Sussurros pedindo por compromisso, coragem, inclusão, solidariedade, e gritos de socorro, imploravam por definição. De quem? _Das autoridades? _Dos albergados? _Do mundo?

Enquanto isso a aranha tecia sua teia.

O que deseja o trabalhador público que tem que se a ver diariamente com a miséria, a doença, a violência, e com a precariedade do serviço que oferece? O que faz o monitor, o assistente social, a psicóloga, o diretor do albergue com sua impotência? Quem os ouve em seus projetos e nas suas propostas para desenvolver e ampliar os serviços?

Enquanto isso, a aranha imperceptivelmente colocou todos em sua rede, não havia escapatória. Quando foi possível dar-se conta, todos estavam enredados, e daquela forma, com linhas nos pulsos, no pescoço, na barriga, foi proposto que saíssemos à rua, a fim de tomá-la.

Eis uma bela cena: A rua dos carros, tomada por trabalhadores públicos, todos presos na teia, e a cada um foi pedido uma palavra, e elas vieram:

_ Compromisso, paz, coragem, solidariedade, união, movimento conjunto, etc. Nisso, um menino que nem sabia do que tratava aquele encontro, grita ao microfone: BRASIL! Como que para nos lembrar de alguma coisa.

O encontro termina com senhores maltrapilhos, cheirando a cachaça, cantando felizes o “Pai nosso”.

Make a Comment

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: